sexta-feira, 22 de julho de 2016

Todo fim é um início e todo início tem como certo o final

  Todo fim é um início e todo início tem como certo o final.... Assim é a vida. Ciclos e mais ciclos acontecem.
 Aqui estou eu do alto de meus 43 anos e de minha artrose companheira, que insiste em trazer dores diárias, que não desejaria a um inimigo.
 Até hoje o dinheiro do bloqueio judicial não voltou a conta da empresa. Tenho certeza Temo que o estrago já é grande demais e já não mais conseguirei salvar a Tesc, minha moribunda empresa.
 Segunda tenho uma ação trabalhista em Minas. Uma ação de um cara que se recusou a assinar o aviso prévio e um ano depois entrou na justiça pedindo uma fortuna e alegando que não foi demitido!
 Penso se não seria mais feliz indo morar no interior.
 Volto a realidade com uma briga da Julia com o Vitor.
 Penso:
 - Onde errei? Os dois estão malcriados e desrespeitosos.
 Bate uma tristeza no coração que não tenho tempo de sentir. Preciso separar os dois.
 Tento demonstrar que carinho é o caminho, mas as vezes é difícil.
 Vem um pensamento:
 - Quem diabos quer saber das chatices de dias que estou tendo?
 Ainda assim continuo escrevendo. Pelo menos é uma forma de aliviar a tensão que estou vivendo.
 A todos um ótimo final de semana!