domingo, 25 de março de 2012

Iron But? Não dessa vez...


Sai às 4h e parei para descansar 19:30h.
La estava eu em mais uma viagem. Saí com a ideia de entrar no iron but (pessoas que rodaram 1000 milhas {1609 km} em no máximo 24h). Essa ideia rapidamente se perdeu ao chegar ao Espírito Santo e decidir seguir pela Rota do Sol.
 Fui parando nas diversas praias do caminho e curtindo o visual da bela costa do ES.
 Voltei para BR 101 em Aracruz e devido a minha calma, no final do primeiro dia, havia rodado somente 865 km.
 Parei em um motel para não ter que desarmar a bagagem e as 21h estava dormindo. As 1:20h levantei  e 2h já estava na estrada novamente.
 A viagem seguiu tranquila e as 11:25h cheguei ao Ferret Boat, embora veja que o melhor teria sido seguir direto pela 101
 Meio dia o Ferret Boat partiu e uma hora depois eu e minha velha companheira de viagem estávamos descendo no porto de Salvador.
 Quase 14h cheguei finalmente em casa e agora estou curtindo um final de semana de descanso em família, esperando amanhã para começar mais uma fase.
 Viajar de moto é sempre uma alegria. Só quem é motociclista para entender...
 A todos, um ótimo dia!

terça-feira, 20 de março de 2012

O eterno circulo


Perceberam como vivemos em um eterno circulo?
 Já morei no Rio, Manaus, Porto Velho, São Paulo, Itaperuna, Embu, Niterói, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e provavelmente alguma cidade que estou me esquecendo no momento.
 Já estive em muitos lugares, fiz muitas coisas. Algumas boas, outras da quais não tenho motivos para me orgulhar. Já sofri e fiz sofrer...
 No momento em que mais uma caminhada dentro do circulo se inicia (ou seria se reinicia?!?) com minha mudança para Salvador, é impossível não parar para pensar.
 Em muitos momentos nos sentimos desamparados, tristes ou fracos, mas devemos lembrar, que o ser humano tem o supremo dom de se superar e reconstruir a cada minuto.
 Você certamente é muito mais forte do que imagina e o desespero ou falta de esperança que possa está sentindo, vai desaparecer em algum momento.
 Parece-me que a vida por si só corrige os problemas, ainda que não seja da forma que esperamos, eles acabam se resolvendo.
 Minha ida para Salvador certamente é ótima a nível profissional. Então porque me sinto vazio? Por saber que verei menos meus filhos, mas como disse acima, a vida é um circulo e tenho certeza que em algum momento, voltarei para a parte do circulo que poderei conviver mais com as crianças.
 Mas voltando ao eterno circulo: Nunca se desespere por conta dos problemas, jamais perca as esperanças, pois seu poder de superação é muito maior que podes imaginar.
 E lembre-se sempre; quando precisar de um amigo, basta entrar em contato. Certamente não posso fazer muita coisa, mas sempre estarei disposto a dar um ombro amigo, quer seja por telefone, MSN ou skype.
 Um brinde as mudanças...
 Beijos nos corações de todo.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Descobrindo a verdadeira felicidade...


Certo... Eu realmente não estava preparado para ser pai naqueles dias. Quem estaria?
 Julia nasceu de uma gravidez não planejada. Foi amor à primeira vista. Percebi que finalmente havia encontrado a verdadeira mulher da minha vida.
 Estava ali na minha frente aquela bela e doce criatura, que carregava um pouco de mim em seus genes e que era capaz de tornar um “ogro”, um doce pai babão.
 Os meses e anos foram passando e fui entendendo que não existe amor maior do que aquele que sentimos por um filho. Por eles fazemos todos os sacrifícios!
 Nunca mais pude comprar uma roupa de marca, minhas dívidas se multiplicaram e as viagens de moto praticamente se acabaram, mas a cada sorriso, papai, ou te amo que escuto, me sinto um gigante.
 O tempo passou, meu floquinho de neve foi crescendo e tinha uma coisa em mente: Apesar de achar maravilhoso, uma filha já bastava! Só esqueci-me de combinar isso com a vida...
 Em mais uma gravidez não planejada, eis que surge o Vitor. Pronto! Descobri-me apaixonado por um pequeno touro.
 Meu floquinho de neve e meu pequeno touro. Hoje ela tem três anos, quatro meses e treze dias e ele seis meses e dezoito dias.
 Diferente da Julia que nasceu prematura, Vitor nasceu e vem se tornando um touro. Na ultima vez que pesou tinha 8,5 quilos e faltavam alguns dias para completar seis meses.
 Ambos têm personalidades próprias.
  Ju é mais fechada, se abre aos poucos conforme vai conhecendo a pessoa, já o Vitor... Bom... Nunca vi um sujeito tão dado... Rs.
 Fato: Você pode até não ter planejado, achar que não está pronto ou que não quer. Mas quando um filho surge em nossa vida, descobrimos finalmente o verdadeiro amor.
 Passamos a entender melhor o amor de nossos pais por nós e aprendemos que não existe noite bem dormida, passeio de moto, ou qualquer outro prazer que importe. O verdadeiro prazer é ver o sorriso dos pequeninos e a verdadeira satisfação é saber que a gente faz o melhor que pode sempre por eles.
 A todos, um beijo fraterno de um pai babão.

terça-feira, 6 de março de 2012

2012 com muita saúde

 Coloquei essa montagem das minhas ultimas semanas de treinamento apanas para mostrar que com dedicação, indiferente da idade, vemos os resultados. Favor ignorar por completo as roupas (ou falta delas). Uma vez que o que importa nas fotos, é única e exclusivamente os resultados alcançados que só podem ser exibidos assim.



A partir de hoje, estou voltando ao blog.

Escolhi como assunto inaugural de 2012, falar sobre atividade física.
  Percebo que muitas pessoas se fixam em qual o melhor tipo de treinamento, medo de catabolismo, over training, suplementos e daí afora.
 Bom... Vou contar um segredo: Não existe o melhor tipo de treinamento, pelo menos não no contexto geral. O que é bom para o seu colega, pode ser péssimo para você.
 Então o que deve fazer? Siga as instruções do seu professor, veja com o passar dos anos o que da resultado para seu corpo e com o tempo terá sua formula mágica, o que realmente é melhor no seu caso.
 Mas por que diabos o Marcio está falando logo desse assunto chato? Porque percebo que as pessoas infelizmente estão cuidando cada dia menos da saúde e do físico. Acredite; ambos estão diretamente ligados.
 Não há desculpas. Idade, falta de tempo, falta de vontade, etc. Tudo isso é limitação quando você acredita que é.
 Hoje tenho tempo para treinar, mas ouve épocas de minha vida, que ia às 5h para academia, pois era o único horário que tinha livre.
 Também percebi em janeiro que estava muito relaxado com meu treinamento, afinal, após 20 anos dentro de academias acabei me acomodando.
 No dia 29/01/2012 tirei uma foto de meu corpo e desde então venho acompanhando melhor minha evolução. Treinando com seriedade novamente.

 Meus caros, tenho 39 anos, passei por um acidente que quase tirou minha vida, sinto dores constantes em meu ombro e cotovelo (ombro por ficar um ano sem levantar o braço esquerdo e cotovelo porque quebrou no acidente), portanto, qualquer desculpa que usar para sua falta de atividade física, não servirá comigo.
 Porque você deve treinar? A resposta é: Qualidade de vida! O que prefere: Chegar daqui a 10, 20 anos, tendo pique para brincar com seus filhos e netos ou arrastando um corpo que perdeu boa parte de sua massa muscular devido ao sedentarismo? Esse mesmo corpo, certamente vai cobrar o preço de sua preguiça com dores, excesso de peso, falta de animo e muitos remédios para controlar as diversas doenças que virão.
 Não lhe parece melhor dedicar 30 minutos das 24h do dia a uma atividade diária, do que passar os últimos 20, 30 anos de vida numa eterna luta com seu corpo e saúde?
 Pense...
 Que 2012 seja um ano de mudança de comportamento e que todos cheguem ao final dele com todos os indicadores melhores.
 Espero poder colocar o relato de vocês aqui em breve!
 Amanhã volto aos posts normais...