segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A importância do ser ao invés do ter...


Nesse final de semana parei para pensar em minha vida... Muitas vezes, pequenas decisões têm grandes consequências.
 Hoje vou falar de um homem que tem tudo. Tudo, menos a real felicidade.
 Primeiro vou dar um perfil para que meditem se vocês seriam felizes: Homem, bem sucedido, com uma ótima conta bancária (falo de conta com sete dígitos!), cercado de amigos, morando numa bela casa, quatro carros na garagem!
 E ai? O que dizem?
 Agora vamos olhar de forma mais profunda: Apesar dos 63 anos de vida, esse homem tenta encontrar o amor em mulheres com 40 anos ou mais a menos que ele, apesar de tratar as pessoas que realmente gostam dele, 80% do tempo bem, humilha e destrata os outros 20%. O que o torna cada vez mais só e a cada dia que passa com menos amigos sinceros, ficando cercado de verdadeiros urubus.
 Os filhos... Infelizmente também colhe o que plantou em relação a eles. Triste ver o quanto se afastaram dele e os que restam ao lado, ou são muito novos, ou estão se cansando e aos poucos o amor deles, bem como a paciência vai secando...
 Os novos vivem na consequência do estresse desse homem, além da bebedeira sem fim. Sim... Ele é viciado em álcool, embora não veja ou não queira ver isso.
 Nos momentos que está bêbado, fala coisas que não deve aos filhos e aos amigos. Os amigos e o filho mais velho vão se ressentindo e se afastando, os filhos ainda crianças (tem dois que tem menos de cinco anos), vão se tornando a cada dia mais agressivos, a ponto de um deles dar dois tapas com toda força na cara do próprio pai.
 Pergunto: É esse um homem feliz?
Meus amigos: Dinheiro é muito bom! Adoro assim como todos vocês, mas está muito longe de representar felicidade.
 Vejo esse homem diariamente, triste ver ele se acaba mais a cada dia, vejo os carros na garagem, as garotas jovens com que sai, a casa enorme... Tão vazia quanto grande... Tão vazia quanto a vida dele...
 Vejo também um exemplo para todos.
 Muitas vezes procuramos riquezas, poder e satisfação carnal, mas esquecemos de que a verdadeira felicidade está em amar e ser amado pelo próximo.
 Vivemos num mundo tecnológico demais, onde temos contato virtual com várias pessoas, amizades superficiais e esquecemos-nos de parar com nosso colega de infância para sentar em uma mesa e bater um papo sossegado, sem ficar atendendo ligações ou consultando facebook, twitter e e-mail a cada 2 minutos.
 Vejo as pessoas atendendo celulares na hora do almoço, como se fosse algo normal e lembro-me de minha infância quando essa maravilha tecnológica não existia e tínhamos tempo de ao menos almoçar com calma.
Procure o seu amigo de infância e sente com ele (mas com o celular desligado!), almoce em família, mas se isso não for possível, ao menos de um abraço e um beijo apertado em seus pais e irmãos e diga o quanto os ama. Se prenda no ser e não no ter, pois o que levaremos ao final da vida serão apenas as boas recordações que deixaremos.
A todos um dia iluminado, um dia alegria e de amor.
Finalmente de volta ao blog, mas mantendo uma vida real ;-)

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A importância de treinar


.

Tenho 39 anos... Desses poucos anos de vida (ops), tenho mais de 20 anos dedicados a Educação Física e academia.
 Em minha volta ao blog, vou abordar um assunto chato, mas que interessa a um público especifico; os ratos ou quase ratos de academia.
1-      Quando alguém falar que o exercício que está fazendo é proibido; pergunte quem proibiu! Existem sim exercícios que são mais ou menos indicados, mas esqueça daquela conversa que puxada por trás, supino declinado, etc... São exercícios proibidos. Isso não existe!
2-      Suplementação é legal, mas você pode e terá um ótimo corpo sem ela. Não precisa gastar uma fortuna em suplementos, caso cuide bem de sua alimentação.
3-      Não adianta o cara ter 50 anos de academia e o melhor corpo que você já viu. Ele tem os méritos dele, mas mesmo com todo conhecimento prático, caso não tenha uma graduação em educação física, certamente não está apto a prescrever exercícios, pois falta um conhecimento teórico necessário.
4-      Nenhum professor vai ter a capacidade de saber se peso x ou y é o melhor para você. Se achar que está leve ou pesado demais, converse!
5-      A melhor academia é aquela na qual se sente a vontade. Escolha bem a academia, pois isso terá uma influencia direta na qualidade de seu treino.
6-      Anabolizantes são uma furada. Digam o que quiser a você, fato que ele tem uma série de efeitos colaterais e apenas aumento da massa muscular como benefício.
7-      Ab, abc, abcd, ab-cd, abcde, todos os treinos são validos, mas o que o cara que treina há 30 anos na academia e tem o corpo do Hercules faz, é bom para ele, portanto, não adianta seguir o treinamento idêntico ao dele. Somente o tempo, erros e acertos vão determinar o que é melhor para o seu corpo. Esse conhecimento virá com o tempo.
8-      Atividade física ajuda em todos os aspectos de sua saúde! Isso já é mais que provado, portanto; quer ser saudável? Tire o bumbum do sofá e dedique pelo menos 30 minutos por dia a academia, isso evitará várias horas desperdiçadas em médicos e sentindo dor (seu corpo e plano de saúde agradecem).
9-      Pelo amor de Deus... Suas pernas fazem parte de seu corpo!!! De nada adianta ter um tronco bem trabalhado e ter pernas de rã. Arrisco dizer que melhor seria não treinar. Lembre-se que suas pernas representam 40% de sua musculatura esquelética. Preciso dizer algo mais?

Não vou postar o treinamento que desenvolvi para eu mesmo, pois ele está sendo ótimo para mim, mas pode ser excessivo, ou mesmo fraco para você.
O garotão da foto sou eu (ta bom... nem tão garotão assim... Rs).
A todos um ótimo dia.

domingo, 25 de março de 2012

Iron But? Não dessa vez...


Sai às 4h e parei para descansar 19:30h.
La estava eu em mais uma viagem. Saí com a ideia de entrar no iron but (pessoas que rodaram 1000 milhas {1609 km} em no máximo 24h). Essa ideia rapidamente se perdeu ao chegar ao Espírito Santo e decidir seguir pela Rota do Sol.
 Fui parando nas diversas praias do caminho e curtindo o visual da bela costa do ES.
 Voltei para BR 101 em Aracruz e devido a minha calma, no final do primeiro dia, havia rodado somente 865 km.
 Parei em um motel para não ter que desarmar a bagagem e as 21h estava dormindo. As 1:20h levantei  e 2h já estava na estrada novamente.
 A viagem seguiu tranquila e as 11:25h cheguei ao Ferret Boat, embora veja que o melhor teria sido seguir direto pela 101
 Meio dia o Ferret Boat partiu e uma hora depois eu e minha velha companheira de viagem estávamos descendo no porto de Salvador.
 Quase 14h cheguei finalmente em casa e agora estou curtindo um final de semana de descanso em família, esperando amanhã para começar mais uma fase.
 Viajar de moto é sempre uma alegria. Só quem é motociclista para entender...
 A todos, um ótimo dia!

terça-feira, 20 de março de 2012

O eterno circulo


Perceberam como vivemos em um eterno circulo?
 Já morei no Rio, Manaus, Porto Velho, São Paulo, Itaperuna, Embu, Niterói, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e provavelmente alguma cidade que estou me esquecendo no momento.
 Já estive em muitos lugares, fiz muitas coisas. Algumas boas, outras da quais não tenho motivos para me orgulhar. Já sofri e fiz sofrer...
 No momento em que mais uma caminhada dentro do circulo se inicia (ou seria se reinicia?!?) com minha mudança para Salvador, é impossível não parar para pensar.
 Em muitos momentos nos sentimos desamparados, tristes ou fracos, mas devemos lembrar, que o ser humano tem o supremo dom de se superar e reconstruir a cada minuto.
 Você certamente é muito mais forte do que imagina e o desespero ou falta de esperança que possa está sentindo, vai desaparecer em algum momento.
 Parece-me que a vida por si só corrige os problemas, ainda que não seja da forma que esperamos, eles acabam se resolvendo.
 Minha ida para Salvador certamente é ótima a nível profissional. Então porque me sinto vazio? Por saber que verei menos meus filhos, mas como disse acima, a vida é um circulo e tenho certeza que em algum momento, voltarei para a parte do circulo que poderei conviver mais com as crianças.
 Mas voltando ao eterno circulo: Nunca se desespere por conta dos problemas, jamais perca as esperanças, pois seu poder de superação é muito maior que podes imaginar.
 E lembre-se sempre; quando precisar de um amigo, basta entrar em contato. Certamente não posso fazer muita coisa, mas sempre estarei disposto a dar um ombro amigo, quer seja por telefone, MSN ou skype.
 Um brinde as mudanças...
 Beijos nos corações de todo.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Descobrindo a verdadeira felicidade...


Certo... Eu realmente não estava preparado para ser pai naqueles dias. Quem estaria?
 Julia nasceu de uma gravidez não planejada. Foi amor à primeira vista. Percebi que finalmente havia encontrado a verdadeira mulher da minha vida.
 Estava ali na minha frente aquela bela e doce criatura, que carregava um pouco de mim em seus genes e que era capaz de tornar um “ogro”, um doce pai babão.
 Os meses e anos foram passando e fui entendendo que não existe amor maior do que aquele que sentimos por um filho. Por eles fazemos todos os sacrifícios!
 Nunca mais pude comprar uma roupa de marca, minhas dívidas se multiplicaram e as viagens de moto praticamente se acabaram, mas a cada sorriso, papai, ou te amo que escuto, me sinto um gigante.
 O tempo passou, meu floquinho de neve foi crescendo e tinha uma coisa em mente: Apesar de achar maravilhoso, uma filha já bastava! Só esqueci-me de combinar isso com a vida...
 Em mais uma gravidez não planejada, eis que surge o Vitor. Pronto! Descobri-me apaixonado por um pequeno touro.
 Meu floquinho de neve e meu pequeno touro. Hoje ela tem três anos, quatro meses e treze dias e ele seis meses e dezoito dias.
 Diferente da Julia que nasceu prematura, Vitor nasceu e vem se tornando um touro. Na ultima vez que pesou tinha 8,5 quilos e faltavam alguns dias para completar seis meses.
 Ambos têm personalidades próprias.
  Ju é mais fechada, se abre aos poucos conforme vai conhecendo a pessoa, já o Vitor... Bom... Nunca vi um sujeito tão dado... Rs.
 Fato: Você pode até não ter planejado, achar que não está pronto ou que não quer. Mas quando um filho surge em nossa vida, descobrimos finalmente o verdadeiro amor.
 Passamos a entender melhor o amor de nossos pais por nós e aprendemos que não existe noite bem dormida, passeio de moto, ou qualquer outro prazer que importe. O verdadeiro prazer é ver o sorriso dos pequeninos e a verdadeira satisfação é saber que a gente faz o melhor que pode sempre por eles.
 A todos, um beijo fraterno de um pai babão.

terça-feira, 6 de março de 2012

2012 com muita saúde

 Coloquei essa montagem das minhas ultimas semanas de treinamento apanas para mostrar que com dedicação, indiferente da idade, vemos os resultados. Favor ignorar por completo as roupas (ou falta delas). Uma vez que o que importa nas fotos, é única e exclusivamente os resultados alcançados que só podem ser exibidos assim.



A partir de hoje, estou voltando ao blog.

Escolhi como assunto inaugural de 2012, falar sobre atividade física.
  Percebo que muitas pessoas se fixam em qual o melhor tipo de treinamento, medo de catabolismo, over training, suplementos e daí afora.
 Bom... Vou contar um segredo: Não existe o melhor tipo de treinamento, pelo menos não no contexto geral. O que é bom para o seu colega, pode ser péssimo para você.
 Então o que deve fazer? Siga as instruções do seu professor, veja com o passar dos anos o que da resultado para seu corpo e com o tempo terá sua formula mágica, o que realmente é melhor no seu caso.
 Mas por que diabos o Marcio está falando logo desse assunto chato? Porque percebo que as pessoas infelizmente estão cuidando cada dia menos da saúde e do físico. Acredite; ambos estão diretamente ligados.
 Não há desculpas. Idade, falta de tempo, falta de vontade, etc. Tudo isso é limitação quando você acredita que é.
 Hoje tenho tempo para treinar, mas ouve épocas de minha vida, que ia às 5h para academia, pois era o único horário que tinha livre.
 Também percebi em janeiro que estava muito relaxado com meu treinamento, afinal, após 20 anos dentro de academias acabei me acomodando.
 No dia 29/01/2012 tirei uma foto de meu corpo e desde então venho acompanhando melhor minha evolução. Treinando com seriedade novamente.

 Meus caros, tenho 39 anos, passei por um acidente que quase tirou minha vida, sinto dores constantes em meu ombro e cotovelo (ombro por ficar um ano sem levantar o braço esquerdo e cotovelo porque quebrou no acidente), portanto, qualquer desculpa que usar para sua falta de atividade física, não servirá comigo.
 Porque você deve treinar? A resposta é: Qualidade de vida! O que prefere: Chegar daqui a 10, 20 anos, tendo pique para brincar com seus filhos e netos ou arrastando um corpo que perdeu boa parte de sua massa muscular devido ao sedentarismo? Esse mesmo corpo, certamente vai cobrar o preço de sua preguiça com dores, excesso de peso, falta de animo e muitos remédios para controlar as diversas doenças que virão.
 Não lhe parece melhor dedicar 30 minutos das 24h do dia a uma atividade diária, do que passar os últimos 20, 30 anos de vida numa eterna luta com seu corpo e saúde?
 Pense...
 Que 2012 seja um ano de mudança de comportamento e que todos cheguem ao final dele com todos os indicadores melhores.
 Espero poder colocar o relato de vocês aqui em breve!
 Amanhã volto aos posts normais...